Procure no Apolo11
Quarta-feira, 25 nov 2020 - 09h07
Por Rogério Leite

Ao que tudo indica, o Sol acordou mesmo!

A aparência da superfície solar não lembra mais aquela quietude que dominou o astro-rei por um bom tempo. De uns dias pra cá, diversas manchas surgiram na fotosfera e os flares de raios-x de classe C já são observados novamente. O Sol acordou mesmo!

Registro do Sol em comprimento de onda da luz visível mostra diversas regiões ativas, com destaque para a mancha AR2786, de 1.155 bilhão de quilômetros quadrados, mais de duas vezes a área da Terra.<BR>
Registro do Sol em comprimento de onda da luz visível mostra diversas regiões ativas, com destaque para a mancha AR2786, de 1.155 bilhão de quilômetros quadrados, mais de duas vezes a área da Terra.

Uma foto feita da superfície do Sol neste momento não deixa dúvidas da volta da atividade estelar. Em um único clique, cinco regiões ativas mancham a superfície branca da estrela. Uma dessas manchas é tão grande que poderia abrigar facilmente pelo menos dois planetas Terra.

Batizada de AR2786 (região Ativa 2786), a mancha se desenvolve a partir do leste solar em seu hemisfério Sul e deve ficar faceada com a Terra nos próximos dias. De acordo com o Centro de Previsão de Clima Espacial, SWPC, AR2786 ocupa aproximadamente 380 milionésimos da superfície da estrela, ou 1.155 bilhão de quilômetros quadrados, mais de duas vezes a área da Terra.

Continua após a publicidade


A mancha AR2786 é uma feição magnética do tipo Beta, com capacidade de provocar pequenas ejeções de massa coronal, CME. Entretanto, como está em desenvolvimento, é possível que seu crescimento a transforme em uma feição magnética mais complexa, possivelmente do tipo Beta-Gama, com capacidade de produzir poderosos flares de raios-x de classe-M.


Blecaute de Comunicação
Outro grupo manchas presente no Sol neste momento, AR2785, ligeiramente à frente de AR2786, irrompeu em 23 de novembro, produzindo flares de Classe-C. Essa ejeção, considerada fraca, gerou um forte pulso de emissão ultravioleta que atingiu o topo da ionosfera terrestre, causando blecaute de radiopropagação sobe o Pacífico, leste da Austrália e Nova Zelândia travando as comunicações abaixo de 10 MHz.

Gráfico mostra a atividade solar no comprimento de onda dos raios-x. O destaque fica por conta de quatro flares de classe-C produzidos pela Região Ativa AR2785, em 23 de novemnro de 2020. Crédito: Apolo11.com.<BR>
Gráfico mostra a atividade solar no comprimento de onda dos raios-x. O destaque fica por conta de quatro flares de classe-C produzidos pela Região Ativa AR2785, em 23 de novemnro de 2020. Crédito: Apolo11.com.

Além desses dois grupos, outra feição que ainda está visível é a região ativa AR2783, composto por duas manchas maiores que ocupam 100 milionésimos do disco solar. Magneticamente é similar à AR2787, mas bem menor.


O que esperar
Neste momento as atenções estão voltadas para o grupo maior AR2786, que deve se desenvolver nos próximos dias. Como esse grupo deverá se tornar geoefetivo, ou seja, direcionado para a Terra, possíveis flares de raios-x seguidos de ejeções de massa coronal poderão ocorrer. Neste caso, se os flares forem suficientemente fortes para chegar à Classe-M, poderemos ter instabilidades em linhas elétricas de transmissão e também em sistemas de localização por satélites.

O Sol está lentamente voltando ao seu normal de atividade e espera-se que mais manchas se formem ao longo do tempo. Ainda não é possível saber se teremos tantas manchas quanto tínhamos até 2014/2015, mas o surgimento sistemático de regiões ativas é um indicativo bastante claro que o Sol não está mais apagado como antes.

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.




Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2024

"Se só por piedade se dessem esmolas, os mendigos estariam mortos de fome" - Nietzsche -