Procure no Apolo11
Terça-feira, 28 dez 2021 - 10h52
Por Rogério Leite

Telescópio James Webb segue firme rumo a Lagrange L2, seu local de trabalho

O Telescópio Espacial James Webb, lançado recentemente em 25 de dezembro, está cada dia mais perto do seu destino final, o chamado ponto de Lagrange L2, de onde fará as mais poderosas observações espaciais desde o lançamento do telescópio espacial Hubble, em 24 de abril de 1990.

Lançamento do telescópio espacial James Webb, em 25 de dezembro de 2021, a partir da base de lançamentos de Kouru, na Guiana Francesa.
Lançamento do telescópio espacial James Webb, em 25 de dezembro de 2021, a partir da base de lançamentos de Kouru, na Guiana Francesa.

O James Webb Telescope, ou JWT, foi lançado da base Kouru, na Guiana Francesa, na manhã natalina de 2021 e desde então já efetuou diversas manobras importantes, entre elas a abertura da chamada antena oscilante, que inclui a antena parabólica de alta taxa de dados, que servirá para enviar, duas vezes por dia, os cerca de 28 Gbytes de dados que serão registrados diariamente pelo telescópio.

Embora esta parte da missão tenha sido realizada com sucesso, a etapa de registro de dados astronômicos ainda deve levar alguns dias para ter início.

Continua após a publicidade


O telescópio espacial levará cerca de um mês até atingir o ponto L2 de Lagrange e durante sua jornada se desdobrará lentamente, peça por peça, até atingir a configuração final. Isso significa que até lá centenas de peças articuláveis deverão operar exatamente como projetadas. Esses 30 dias estão sendo chamados pelos engenheiros como 30 dias de terror, pois uma única falha pode comprometer toda a missão.


Pontos de Lagrange: O telescópio espacial James Webb trabalhará no ponto L2.
Pontos de Lagrange: O telescópio espacial James Webb trabalhará no ponto L2.

Ponto de Lagrange L2
Para entrar em operação, o JWT deverá atingir o chamado ponto L2 de Lagrange, um dos cincos pontos definidos em 1772 pelo matemático italiano Joseph-Louis de Lagrange. Neste pontos, interação entre massa e gravidade da Terra e do Sol se combinam para proporcionar um equilíbrio a um terceiro corpo de massa desprezível, no caso o JWT

O ponto L2 se localiza a 1.5 milhão de quilômetros, com a Terra situada exatamente entre o ponto L2 (onde ficará o telescópio e o Sol. É neste ponto que se localiza também o satélite WMAP - Wilkinson Microwave Anisotropy Probe.


A grande vantagem em se colocar uma espaçonave no ponto de Lagrange L2 é que nesta posição ela pode ficar quase totalmente parada e relativamente perto da Terra. Além disso, por L2 estar protegido pela Terra, a espaçonave sofrerá menos com as variações de temperatura, como ocorre com a Estação Espacial Internacional ou o telescópio Espacial Hubble.

Como Webb não sofrerá com os efeitos de mudança de temperatura, as distorções nos espelhos serão mínimas e ampliará a capacidade de observar detalhes extremamente delicados de objetos distantes.

Maquete em tamanho real do Telescópio James Webb permite comparar melhor o seu tamanho.
Maquete em tamanho real do Telescópio James Webb permite comparar melhor o seu tamanho.

Como o telescópio observará principalmente no seguimento do infravermelho, seus sistemas deverão operar em temperaturas extremamente frias, próximas a -220ºC. Para conseguir isso, o Webb carrega uma espécie de protetor solar de cinco camadas, do tamanho de uma quadra de tênis.

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.




Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2024

"Se só por piedade se dessem esmolas, os mendigos estariam mortos de fome" - Nietzsche -