Procure no Apolo11
Terça-feira, 2 jan 2024 - 09h44
Por Rogério Leite

Terremoto do Japão ocorreu na borda de duas grandes placas tectônicas

O terremoto que atingiu o Japão em 1 de janeiro de 2024 ocorreu como resultado de falhas reversas superficiais na crosta terrestre, diferentemente dos eventos de grande magnitude que ocorrem na costa oriental, onde a placa tectônica do pacífico mergulha abaixo do arquipélago japonês.

Mapa mostra a localização do Japão, acima de uatro grandes placas tectônicas.
Mapa mostra a localização do Japão, acima de uatro grandes placas tectônicas.

Modelos matemáticos sugerem que o evento de 7.5 magnitudes teve como ponto de ruptura uma região ao longo de uma falha reversa de inclinação moderada, a 10 de km de profundidade, que se espalha em sentido sudoeste-nordeste.

Embora os eventos de subducção, que ocorrem quando uma placa mergulha abaixo da outra sejam extremamente severos, os sismos superficiais, como este ocorrido em 1 de janeiro na costa japonesa, causam mais danos. Isso acontece porque a energia gerada pelos eventos superficiais é liberada mais perto da superfície e, portanto, causa tremores mais fortes em relação aos terremotos localizados nas profundezas da Terra.

Continua após a publicidade


O Japão é extremamente susceptível aos eventos sísmicos. O país se localiza na interface entre quatro enormes placas tectônicas: placa norte-americana, placa eurasiana, placa do Pacífico e placa das Filipinas. O evento de 7.5 magnitudes de 1 de janeiro de 2024 ocorreu próximo a Anamizu, justamente onde duas dessas placas se encontram.

Apesar de os eventos sísmicos serem muito comuns no Japão, a região ao redor do tremor de 1º de janeiro de 2024 apresenta taxas de sismicidade mais baixas se comparadas à da principal zona de subducção, situada ao longo da costa leste.

Desde 1900, trinta terremotos de magnitude 6.0 ou maiores ocorreram num raio de 250 km do evento de 1º de janeiro. Três desses eventos ocorreram na Península de Noto ou ao redor, onde foi localizado o evento de 1º de janeiro. Em 5 de maio de 2023, um evento de 6.2 magnitudes também foi observado na Península de Noto, causando vítimas e danificando centenas de edifícios. Em 16 de junho de 1964, outro poderoso evento de 7.6 ocorreu 205 km a leste-nordeste do evento de 1º de janeiro e resultou em 36 vítimas e destruindo cerca de 3500.

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.




Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2024

"Quando você pára um ditador há sempre riscos. Mas o maior risco é não parar um ditador" - Margareth Thatcher -