Procure no Apolo11

TÁBUA DE MARÉS

Previsão de Maré para
Laguna / SC
28/02/2024
Nascente
6:06

Poente
18:48
ALTA
5h47
0.40m
BAIXA
8h56
0.15m
ALTA
17h58
0.43m
BAIXA
21h25
0.14m
     

     

     

     

29/02/2024
Nascente
6:06

Poente
18:47
ALTA
6h18
0.37m
BAIXA
8h59
0.15m
ALTA
18h40
0.41m
BAIXA
21h32
0.18m
     

     

     

     

01/03/2024
Nascente
6:07

Poente
18:46
ALTA
7h01
0.33m
BAIXA
9h11
0.16m
ALTA
19h41
0.37m
BAIXA
21h48
0.22m
     

     

     

     

02/03/2024
Nascente
6:08

Poente
18:45
ALTA
1h39
0.22m
     

     

     

     

     

     

     

01/03/2024
Nascente
6:07

Poente
18:46
BAIXA
23h38
0.21m
     

     

     

     

     

     

     

02/03/2024
Nascente
6:08

Poente
18:45
ALTA
7h56
0.29m
BAIXA
9h33
0.17m
ALTA
20h42
0.34m
     

     

     

     

     

03/03/2024
Lua
Minguante
Nascente
6:08

Poente
18:44
BAIXA
3h00
0.24m
ALTA
8h50
0.25m
BAIXA
10h30
0.19m
ALTA
21h53
0.32m
     

     

     

     

04/03/2024
Nascente
6:09

Poente
18:43
BAIXA
4h15
0.22m
ALTA
9h55
0.25m
BAIXA
16h02
0.16m
     

     

     

     

     

05/03/2024
Nascente
6:09

Poente
18:42
ALTA
0h59
0.34m
BAIXA
4h59
0.19m
ALTA
12h29
0.27m
BAIXA
16h48
0.11m
     

     

     

     

Consulte a Tábua de Marés para diversas localidades brasileiras


Nota Importante

Os horários apresentados estão na Hora de Brasília (UTC-3) e não levam em consideração o Horário de Verão.

A previsão da altura das marés é feita através de cálculo astronômico e não leva em consideração as condições meteorológicas da região. Em algumas situações essas condições alteram muito o valor calculado.

Este Serviço não exime os navegantes da responsabilidade de manterem em suas embarcações a publicação Tábuas das Marés, conforme preconizado nas Normas da Autoridade Marítima, aprovadas pela Diretoria de Portos e Costas (DPC) da Marinha do Brasil.


Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2024

"Talvez o homem só tenha sua liberdade por ser mortal. Quem pode saber" - Kafka -